Uma mãe de primeira viagem chamada Dorinda Vosloo, 22 anos, conta ao portal  The Sun  como a vida do seu filho recém-nascido foi salva depois dele nascer com o intestino para fora do corpo . O órgão do corpo do pequeno Noah Lemmon estavam saindo do seu abdômen e teve que ser colocados num saco plástico.

Leia mais: Teste de 30 segundos com as mãos ajuda a identificar como está saúde do coração

Bebê que nasceu com intestino para fora
Reprodução/TheSun
Bebê que nasceu com intestino para fora

Com apenas algumas horas de vida, Noah teve que passar por uma cirurgia com os médicos de Leicester, na Inglaterra, correndo risco de vida. Sua mãe, Dorinda, diz: “Tem sido uma provação muito difícil para nossa família, mas Noah tem sido um pequeno lutador e temos muita sorte que ele tenha superado todas as probabilidades na sua recuperação".

Ela completa dizendo que ele agora é como qualquer outro bebê e que além da pequena cicatriz e do umbigo "exclusivo", não dá para ter ideia do que ele passou. "Ele é meu herói", afirmou. Dorinda conta que demorou 6 meses para conseguir engravidar e que ela e seu marido ficaram completamente encantados quando finalmente aconteceu.

"Eu não podia acreditar, nós dois estávamos tão felizes", conta. Mas durante as 12 semanas em que foi examinada no hospital de Peterborough, descobriu-se que o bebê poderia ter uma gastrosquise, algo que os pais nunca tinham ouvido falar antes. Essa condição acontece quando a parede abdominal não se forma completamente e o intestino se desenvolve do lado de fora.

Leia mais: Homem fica com pênis necrosado após mordida e só procura ajuda cinco dias depois

Dorinda fala que sabia que havia algo errado na ultrassonografia. “O médico continuou ampliando as coisas e ficando quieto", relembra. “Ele saiu da sala e chamou outra pessoa. Estava realmente tenso. Comecei a chorar porque sabia que algo estava errado". Ela fala que um outro ultrassonografista entrou na sala e explicou que eles podiam ver uma anormalidade no abdômen do nosso bebê.

O pequeno Noah no hospital
Reprodução/TheSun
O pequeno Noah no hospital


Depois de alguns dias, o casal teve uma consulta num hospital especializado em Leicester, onde o diagnóstico da gastrosquise foi confirmado. A mãe declara que foi tudo muito comovente, pois ela esperava que as coisas fluíssem perfeitamente. Naturalmente, ela diz que começou a pesquisar com seu marido sobre a condição e o que poderiam esperar sobre tudo isso.

O bebê nasceu com 5 quilos e foi levado para tratamento intensivo logo após o nascimento. Duas horas depois, foi submetido a uma cirurgia com anestesia local. “Nós nos preparamos para tudo quando ele nascesse, mas você nunca está preparada para ver seu bebê recém-nascido levado em uma incubadora logo após o parto", reconheceu Dorinda.

Dorinda com seu filho%2C Noah
Reprodução/TheSun
Dorinda com seu filho, Noah


A mãe diz ainda que cada caso de gastrosquise é diferente, mas que ela e seu marido tiveram sorte, pois Noah passou apenas três semanas no hospital até ficar forte o suficiente para ir para casa. Ela conta que agora ele teve o seu primeiro Natal e que ela fez uma página no Instagram para contar sua jornada. "Quero dar esperança a outras famílias se elas também receberem um diagnóstico de gastrosquise e temerem pelo pior".

Leia mais: 4 notícias importantes que marcaram a área da saúde no Brasil ao longo de 2019

“Existe uma comunidade forte de famílias que possuem alguém com gastrosquise no Reino Unido e houve encontros para o Dia Internacional da Gastrosquise, que é 30 de julho".  Ela fala que Noah ainda era muito novo para ir na comemoração deste ano, mas que irá no próximo.

    Veja Também

      Mostrar mais