Um estudo feito com os primeiros 425 pacientes confirmados do novo coronavírus entre dezembro de 2019 e janeiro de 2020 indica que metade deles tinha mais de 60 anos e não houve registro de nenhum caso em pessoas com menos de 15 anos.

Leia também: E se chegar no Brasil? O que fazer de fato para se proteger do coronavírus

Coronavírus arrow-options
shutterstock
Coronavírus está atingindo muitas pessoas com mais de 60 anos


A pesquisa com os primeiros chineses infectados foi publicada no The New England Journal of Medicine e teve apoio do Ministério da Ciência e Tecnologia da China.

Leia também: Chá de erva doce, manipulação e compras na web: 6 fake news sobre o coronavírus

A maioria dos casos (55%) com início antes de janeiro estava vinculada ao mercado atacadista de frutos do mar de Huanan, na cidade chinesa de Wuhan. O período médio de incubação foi de 5,2 dias. Nos estágios iniciais, a epidemia dobrava de tamanho a cada 7,4 dias.

"Nossa estimativa preliminar da distribuição do período de incubação fornece evidências importantes para apoiar um período de observação médica de 14 dias ou quarentena para pessoas expostas", afirmam os autores.

O estudo mostra ainda que a doença não afetou nenhuma pessoa com menos de 15 anos. Para os pesquisadores, as crianças podem ter menos probabilidade de se infectar ou, se infectadas, podem apresentar sintomas mais leves.

Leia também: Coronavírus: China tem dia com maior número de mortos; veja ações emergenciais

Há ligeira predominância em homens (56%) e os primeiros casos, embora fossem de pessoas com mais de 60 anos saudáveis, eram fumantes.

    Veja Também

      Mostrar mais