Você já deve ter ouvido falar em falso negativo. Em se tratando de teste de Covid-19, é muito comum que o exame precise algumas vezes ser refeito, uma vez que o novo coronavírus (Sars-Cov-2) tem um período de incubação e, nesse estágio, o exame não encontra o vírus na superfície da mucosa.

O mesmo vale para testes que utilizam coleta de sangue, como explica Dráuzio Varella em sua coluna na UOL.

Veja também: Vitamina D não tem eficácia contra Covid-19, afirma estudo

"O exame vai procurar os anticorpos contra o vírus. E o organismo demora um pouco pra produzir esses anticorpos", explica.

Sendo assim, é muito comum que o exame tenha que ser realizado mais de uma vez para que seja tirada a contraprova. Já quando o resultado é posivito, a contraprova é feita automaticamente pela instituição responsável.

Leia mais: Sociedade de Cardiologia não recomenda uso de cloroquina para Covid-19

É bom lembrar que o teste para Covid-19 demanda insumos e reativos; como não dispomos de kits de testes suficientes no Brasil para uma política abrangente de examinação, o recomendável é que a ida a um hospital ou laboratório só ocorra caso o indivíduo apresente sintomas graves.

    Veja Também

      Mostrar mais