priapismo
Silvio Avila/ AFP
Sintoma é considerado e raro e representa problema no sistema circulatório

Um homem de 62 anos, de nome não revelado, chamou atenção dos profissionais de saúde na França por apresentar uma reação incomum durante o tratamento contra Covid-19 : o priapismo, caracterizado por ereções penianas muito prolongadas e sem excitação sexual.

De acordo com os médicos do Centro Hospitalar de Versalhes , onde o paciente foi tratado - em publicação no The American Journan of Emergency Medicine , a condição foi causada por um processo de coagulação do sangue - apontado em diferentes estudos como uma das complicações possíveis da Covid-19.

O homem buscou atendimento médico por apresentar sintomas comuns da doença: tosse, febre e falta de ar. Após o avanço do caso - e a necessidade de ventilação mecânica - os médicos descobriram o que foi descrito como " priapismo não-aparente", caracterizado pelo acúmulo de sangue na região genital, porém sem causar rigidez visível.

A condição representa um risco grave ao paciente, principalmente por apontar complicações no sistema circulatório e imunológico.

    Veja Também

      Mostrar mais