Paciente infectado pelo novo coronavírus recebe tratamento em hospital
SILVIO AVILA / AFP
Covid-19 fez 1.311 novas vítimas fatais nesta quinta-feira (23)


Pelo segundo dia seguido, Brasil registra novo recorde de registro de número de casos da  Covid-19 em 24 horas. Foram 59.961 novos casos, totalizando 2.287.475. O crescimento foi de 2,6%.


Os óbitos confirmados do  novo coronavírus (Sars-CoV-2) foram para 84.082. Desse total, 1.311 casos só de ontem para hoje sendo que 506 são dos últimos três dias. O crescimento foi de 1,5%. A taxa de letalidade fechou em 3,7%. 

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.


Na última quarta-feira (22), o Brasil alcançou um novo recorde de número de casos em 24 horas , registrando quase 68 mil novos infectados. O total era de 2.227.514. As mortes fecharam em 82.771, com 1.284 novos registros.

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 20.894 óbitos causados pela Covid-19. O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 12.535 mortes, seguido por Ceará (7.374), Pernambuco (6.211) e Pará (5.616).

Boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde
Divulgação/Ministério da Saúde
Boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde


Os estados que registram maior número de casos são: São Paulo (452.007), Ceará (156.242), Rio de Janeiro (151.549), Pará (144.467) e Bahia (138.358).

Ainda segundo os números divulgados, o país tem hoje 1.570.237 pessoas recuperadas da Covid-19, 633.156 em acompanhamento e 3.786 óbitos sob investigação.

Levantamento independente

Segundo apuração realizada por veículos de comunicação junto das Secretarias Estaduais de Saúde, o número de óbitos registrados em 24 horas é de 1.317. O total seria de 84.207.

O número de casos, ainda segundo este levantamento, seria de 2.289.951, sendo que 58.080 foram registrados nas últimas 24 horas.

O levantamento foi feito por veículos de comunicação em parceria inédita. Participaram da apuração O Globo, Portal G1, Uol, Extra, Folha de S.Paulo e O Estado de S.Paulo.

    Veja Também

      Mostrar mais