Respiradores da UFRJ para combate à Covid-19
Erbs Jr. / FramePhoto / Agência O Globo
Respiradores da UFRJ para combate à Covid-19

O Ministério da Saúde mudou as orientações sobre as entregas de equipamentos de combate à Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), e transferiu  responsabilidade de entrega de respiradores e máscaras a estados e municípios. A mudança nas atribuições da pasta foi registrada em ata de reunião do Centro de Operações de Emergência (COE) do dia 17 de junho.

Na ata, o órgão, que é subordinado à pasta, diz que o objetivo é "deixar claro" que o ministério "não tem a responsabilidade de fornecer respiradores e EPI (equipamentos para proteção individual)".

"Isso ocorreu devido a atual conjuntura da emergência de a falta de atendimento no mercado, porém hoje já estamos com um panorama mais estabilizado possibilitando aos Estados usarem suas verbas destinadas a esta emergência para aquisição", diz o documento.

Durante a reunião, os técnicos chegaram à conclusão que o governo federal precisava ser "reativo" para atender locais mais impactados no começo da pandemia e aqueles que não tinham "capacidade de compra e logística".

A transferência ocorre em meio a um período de maior escalada no número de mortes pela Covid-19 no Brasil e após o Ministério da Saúde descumprir promessas de compras de insumos estratégicos contra o novo coronavírus, como medicamentos para UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) usados para intubar pacientes em estado grave.

    Veja Também

      Mostrar mais