teste
Foto: Bruno Concha/Fotos Públicas
Testes rápidos para a Covid-19

Os resultados do terceiro inquérito sorológico do novo coronavírus (Sars-Cov-2) realizado na capital paulista trouxe novas informações sobre o comportamento da Covid-19 na região mais afetada pela pandemia no Brasil. De acordo com a pesquisa, existe uma prevalência da infecção em mais de 11,1% da população.

Por incluir os pacientes curados da doença, a prevalência aponta que mais de 1.320.000 habitantes da cidade, cuja população é de 12,18 milhões, podem estar imunes à doença. Apesar dos resultados, é importante destacar que os  estudos sobre a duração da imunidade ao novo coronavírus ainda são inconclusivos. 

"O objetivo do inquérito é conhecer a situação sorológica da população e direcionar as estratégias para os casos suscetíveis", afirmou o secretário municipal de saúde, Edson Aparecido dos Santos.

O estudo ainda aponta outros aspectos importantes sobre o comportamento da doença, como o aumento da incidência em pessoas de cor preta ou parda e o alerta na mortalidade em pessoas com idade maior de 65 anos.

    Veja Também

      Mostrar mais