Líder indígena Nikaiti Mekranotire
Reprodução
Líder indígena Nikaiti Mekranotire tinha 76 anos

O cacique indígena Nikaiti Mekranotire, de 76 anos, morreu nesta quarta-feira (26) em decorrência da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Nikaiti era líder da aldeia Kororoti, que fica em Guarantã do Norte, no estado do Mato Grosso . Ele era casado e deixa seis filhos.

O cacique, que teve uma evolução de quadro rápida, foi atendido por uma equipe médica contratada pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) para atuar nos casos de Covid-19 na Unidade Básica de Saúde Indígena que fica na aldeia.

Nikaiti tinha começado a passar mal há aproximadamente quatro dias e tinha algumas comorbidades. Além de ter uma doença pulmonar, ele também era fumante.

Hoje a aldeia tem mais de 20 casos de contaminação pelo coronavírus, sendo que o total de moradores e de aproximadamente 200, mas nenhum caso grave. Os infectados estão sendo monitorados pelos médicos.

O sepultamento do líder indígena será na própria aldeia, com rituais fúnebres típicos do povo Kayapó. Apesar disso, as orientações sobre o velório e enterro de pessoas mortas pela doença devem ser seguidas a fim de evitar novas infecções.

Em uma publicação feita no Twitter, a filha do cacique Megaron Txucarramãe e neta do cacique Raoni Metuktire, Mayalú Txucarramãe, lamentou a morte de Nikaiti.

"Nikaiti Mekranotire é do povo Mebengôkre/Kayapó da Aldeia Kororoti, perdemos uma enciclopédia Kayapó, um grande mestre", escreveu Mayalú.

    Veja Também

      Mostrar mais