Restaurantes
Pixabay
Bares e restaurantes podem ser o foco de diversos casos da doença

Nesta quinta-feira (10), autoridades de Saúde dos EUA divulgaram os resultados de um estudo que mostrou a importância de estabelecimentos como bares e restaurantes na expansão de  casos da Covid-19 no país e como diversos casos tiveram exatamente esses locais como "foco inicial".

Segundo informações da agência de notícias AFP, especialistas do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) fizeram um questionário com 300 pacientes atendidos em hospitais nos EUA ao longo do mês de junho, sendo que 150 deles testaram positivo para a Covid-19 .

No processo, chamado de rastreamento de contatos, foram feitas perguntas sobre os locais visitados por estas pessoas, uso de transporte público e até visitas a casas com mais de dez pessoas. O resultado mostrou que tanto participantes positivos como os negativos relataram o uso de máscara na maioria dos lugares, exceto em bares e restaurantes.

Os pacientes que foram infectados pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) relataram terem ido mais vezes nestes locais do que as pessoas que testaram negativo. Bares e restaurantes também respondem pela maioria dos casos em que os entrevistados disseram não terem conhecimento de ter tido contato com infectados.

Ainda de acordo com a publicação, o estudo precisa passar por confirmações para que os resultados possam ser utilizados com maior precisão, uma vez que os pesquisadores não conseguiram confirmar onde as infecções realmente ocorreram, apesar de terem traçado o possível início até os estabelecimentos.

Porém, o que fica claro - e é defendido na conclusão da pesquisa - é a importância do uso de máscaras em locais como bares e restaurantes para evitar ou diminuir os riscos de infecção por meio de gotículas do vírus da Covid-19 .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários