Movimentação de pessoas no parque do Ibirapuera durante reabertura dos parques municipais de São Paulo
Anderson Lira / FramePhoto / Agência O Globo
Movimentação de pessoas no parque do Ibirapuera durante reabertura dos parques municipais de São Paulo

O Brasil registrou, neste domingo (4), mais uma baixa no número de mortes diárias causadas pela pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). Os óbitos contabilizados nas últimas 24 horas foram 367, e elevou o número de mortes no geral para 146.352. As informações são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). 

De acordo com o conselho, os novos casos confirmados de Covid-19 são 8.529 nas últimas 24 horas, totalizando 4.915.289 pessoas contaminadas com o novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Os dados incluem pessoas sintomáticas e assintomáticas , o que significa dizer que, nesse último caso, são pacientes que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

No último sábado (3),  o número de óbitos era 145.985, enquanto o de pessoas com a doença era de 4.906.760.

São Paulo continua sendo o estado que tem mais mortes, com 36.178, das 146.352 ocorrências. A letalidade é de 3,6% no estado. Em segundo lugar vem o Rio de Janeiro, com 18.769 mortes e letalidade de 6,9%.

No quadro de casos confirmados, São Paulo também lidera a lista. O estado tem 1.003.902 pessoas infectadas pelo coronavírus. Em segundo lugar vem a Bahia, com 315.440 vítimas de contaminação, sendo seguido por Minas Gerais (307.199), Rio de Janeiro (271.701) e Ceará (242.873).

O estado menos afetado é o Acre, que tem registro de 667 mortes e soma 28.672 casos confirmados de contaminações pelo novo coronavírus desde o início da pandemia.


    Veja Também

      Mostrar mais