Mão de enfermeiro segurando seringa
Agência O Globo
Previsão é que haverá tumulto na procura por vacinas

As Prefeituras do estado de São Paulo pediram ajuda financeira ao governo estadual para fazer a imunização da população contra a Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). O motivo é que as demais cidades estão se assustando com os desafios enfrentados pela capital paulista.

"O estado cuida do fornecimento, da distribuição, mas quem vacina é o município", disse o presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de SP, Geraldo Sobrinho, à coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo .

Segundo Sobrinho, a previsão é que serão utilizadas escolas para aplicar as doses das vacinas, mas ele teme que haja longas e tumulto na procura pela imunização. "As prefeituras estão esgotadas financeiramente. Seria bom o governo do estado ajudar", afirma.

Cada servidor da área de saúde recebe uma diária para vacinar além do horário de expediente, o que Sobrinho, que é secretário de Saúde em São Bernardo do Campo, prevê que será inevitável. Em geral, esse custo vai de R$ 100 a R$ 150.

"Vai ser uma vacinação duas vezes maior que a da influenza, e com a necessidade de duas doses”, diz ele. A boa notícia, de acordo com o secretário, é que o SUS tem ampla experiência em campanhas de imunização.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários