avião
Reprodução
Avião Coronavac

Mais uma carga da  CoronaVac chegou ao estado de São Paulo nesta quinta-feira (24). Desta vez, 2,1 milhões de doses e também insumos suficientes para a produção de mais 3 milhões de imunizantes chegaram nesta manhã no Aeroporto Viracopos, em Campinas. O voo pousou em São Paulo por volta de 5h30.

Foi o quarto lote da farmacêutica chinesa Sinovac, que tem acordo com o Instituto Butantan. De acordo com o governo do estado, essa é a maior remessa do imunizante que já chegou no Brasil.

A vacina da Sinovac  concluiu a fase 3 de testes e ainda precisa de aprovação Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Adiamento dos resultados 

O anúncio sobre a eficácia do imunizante, que estava previsto para quarta-feira (23),  foi adiado pelo governo de São Paulo, que tem acordo para compra de doses que serão envasadas pelo Instituto Butantan.

O valor não foi anunciado mas, segundo o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, foi superior ao valor mínimo recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que é de 50%.

Também estava previsto o envio dos dados de eficácia à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Segundo Dimas Covas, o envio à Anvisa vai ocorrer somente após a Sinovac analisar os resultados enviados pelo Butantan nesta quarta (23).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários