Eduardo Pazuello
Najara Araújo/Câmara dos Deputados
Eduardo Pazuello comandou coletiva do Ministério da Saúde nesta quinta-feira

Em coletiva realizada na tarde desta quinta-feira pelo Ministério da Saúde, o ministro da Saúde Eduardo Pazuello disse que,  além da CoronaVac e da vacina de Oxford/Astrazeneka, o Brasil negocia a compra da vacina Sputnik V, da Rússia , com a possibilidade de fabricação no Brasil. Segundo ele, "as quantidades ainda estão sendo negociadas".

O ministro disse também manter negociações com outras três farmacêuticas, todas norte-americanas: a Janssen, a Pfizer e a Moderna.

Pazuello afirmou que o custo benefício melhor é o da Janssen e garantiu que a vacina será comprada. "Estamos aguardando o registro, a documentação. Infelizmente, só nos é oferecido três milhões de doses, apenas no segundo trimestre. É o que eles têm para nos oferecer."

Sobre Moderna, o ministro afirmou que a quantidade e o tempo de entrega não atende aos requisitos da pasta. "Se não for fabricado no Brasil, as quantidades sempre serão ínfimas se comparadas às demandas do nosso país."

O ministro falou também sobre a Pfizer, cuja vacina é utilizada em diversos países. "Fomos procurados pela Pfizer há dois ou três meses, e vínhamos tentando demover a empresa das exigências que não permitem a nossa contratação", disse. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários