Ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello
Carolina Antunes/PR
Ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello

O Ministério da Saúde confirmou, na última terça-feira (5), a aquisição de 2 milhões de doses da vacina contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) produzida pela AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford . O objetivo, porém, era obter 10 milhões de doses para o Brasil. As informações foram dadas pela revista Veja .

Durante as negociações com o CEO global da farmacêutica AstraZeneca, o ministro da Saúde , Eduardo Pazuello , fez um apelo para conseguir 10 milhões de doses. Apenas 20% do pedido foi atendido em decorrência da indisponibilidade da vacina contra Covid-19.

Apesar disso, as conversas continuam com objetivo de tentar assegurar ao Brasil 10 milhões de doses o quanto antes.

Auxiliares que estão participando das negociações afirmam que qualquer quantidade, ainda que menor, será adquirida, porque há um receio de que a vacinação seja interrompida depois da aplicação das 2 milhões de doses já garantidas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários