uti
Rogerio Santana/Governo do Rio de Janeiro
São Paulo registra 1,5 milhão de casos de Covid-19 e já tem 48 mil mortes

O Estado de São Paulo registrou, nesta sexta-feira (8), 1.528.952 casos de Covid-19  e 48.029 óbitos pela doença. De ontem para hoje, houve um aumento de 13.794 novos casos e 261 novos óbitos.

Segundo dados da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), até esta quinta-feira, o Estado registra variação semanal positiva de 21% do número de novos casos, 10% em novos óbitos e 8% em internações. Na região metropolitana da capital, o aumento semanal foi de 9% em novos casos, 13% em novos óbitos e 8% em novas internações.

Segundo o secretário estadual de Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, na primeira semana do ano houve aumento de 30% em novos casos, 8,2% em novas internações e 34% em novas mortes.

Além disso, as taxas de ocupação dos leitos de UTI são de 65,3% na Grande São Paulo e 62,8% no Estado. O número de pacientes internados é de 12.213, sendo 6.819 em enfermaria e 5.102 em unidades de terapia intensiva. 

A média móvel de mortes por Covid-19 segue acima de 140 óbitos diários desde o dia 1º de janeiro. Hospitais de Guarulhos e da cidade de São Paulo registram alta taxa de ocupação dos leitos de UTI nas últimas semanas.

Para tentar conter o avanço da contaminação, a gestão estadual regrediu para a fase laranja algumas regiões do estado. Contudo, a capital paulista permaneceu na fase amarela.

Para as festas de fim de ano, a gestão João Doria (PSDB) já havia regredido todo o estado para a fase vermelha, mais restritiva da quarentena, nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1º, 2 e 3 de janeiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários