Governo de São Paulo reafirma plano de vacinação e detalha logística
Governo de São Paulo
Governo de São Paulo reafirma plano de vacinação e detalha logística

O governo de São Paulo detalhou, durante coletiva de imprensa nesta segunda-feira (11), sobre como vai ser o processo de logistíca e distribuição para imunizar o estado com a vacina Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

O plano foi detalhado pelo secretário executivo de saúde do estado, Eduardo Ribeiro. De acordo com ele, serão distribuídas 2 milhões de doses por semana com caminhões refrigerados que percorrerão 70 rotas por semana. "Neste momento, já temos 10,8 milhões de doses já disponíveis e é a única vacina disponível em solo brasileiro".

Como vai ser o processo

As vacinas vão sair do Instituto Butantan para uma central de logística e distribuição. Desta central, os imunizantes serão destinados aos municípios de duas formas: Primeiro, diretamente aos 200 municípios mais populosos com entregas semanais.

Em segundo, 25 centros de distrubuição regional serão abastecidos. Nesses centros, 445 municípios menores poderão fazer retiradas também semanais. "É um plano consistente e que vem em um momento oportuno", afirmou o secretário.

Você viu?

Plano de vacinação em SP
Governo de SP
Plano de vacinação em SP

Postos de vacinação 

O imunizante será distribuido em  5.200 postos de vacinação, que poderão chegar a 10 mil locais - com a utilização de escolas e quarteis das PMs. Serão 75 mil pessoas envolvidas, com 25 mil policiais para fazer a escolta e 52 mil profissionais da saúde para organização das salas de vacinação, aplicação da vacina, preenchimento de fichas, entre outras atividades.

Serão 5.200 câmaras de refrigeração. O governo de São Paulo tem 75 milhões de seringas e agulhas disponíveis.  A vacinação com a CoronaVac está prevista para começar no dia 25 de janeiro - dia do aniversário de São Paulo, conforme reafirmou o governador do estado, João Doria.

Horários 

Durante a coletiva, também foi detalhado sobre como serão os horários desta rede de vacinação.  Os postos de saúde ficarão abertos das 7h às 22h. O secretário explicou que ainda não há expectativa de dividir a população em subgrupos etários.

"Os municípios ampliaram o horário de funcionamento da rede para que se permita um maior escalonamento ao longo do dia, priorizando a população idosa no início do dia e a população mais jovem mais para o final do dia", disse o secretário.

Horário de vacinação em SP
Governo de SP
Horário de vacinação em SP


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários