Em dia de aprovação de vacinas, Brasil registra 551 mortes nas últinas 24 horas
Luis Barrucho - @luisbarrucho - Da BBC News Brasil em Londres
Em dia de aprovação de vacinas, Brasil registra 551 mortes nas últinas 24 horas

No dia em que a  Anvisa aprovou o uso emergencial de dois imunizantes, a vacina do Butantan e a de Oxford, o Brasil  registrou, neste domingo (17), 551 vidas perdidas pela Covid-19 apenas nas últimas 24 horas.

Ao todo, desde o início da pandemia, a doença já fez 209.847 vítimas em território nacional. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde  (Conass).

Além disso, o país notificou mais 33.040 casos da doença no último período, o que eleva a média móvel de casos para 54.616 casos por dia durante a semana. O país também aponta 964 mortes por dia durante esta semana, número bastante próximo do pico registrado em julho de 2020.

Você viu?

O estado mais atingido pela  Covid-19,  em números de mortes e casos, é São Paulo, com 1.652.339 diagnósticos de infecção. Minas Gerais está em segundo lugar, com 643.609 casos positivos desde o início da pandemia. Ao todo, o Brasil já notificou 8.488.099 casos da doença.

Amazonas 

O estado do  Amazonas,  que vive uma crise por conta do aumento no número de internações e pela falta de oxigênio, registrou, apenas nas últimas 24 horas, 1.277 casos da doença, com 68 mortes.

No total, o estado já acumula 6.191 óbitos pela doença e 230.644 casos. A taxa de letalidade no estado é maior que a média geral também. Por lá, o número é de 2,7%, enquanto a média nacional é de 2,5%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários