Os próprios moradores de Manaus começaram a fazer o transporte de cilindros de oxigênio em seus carros
Reprodução/Twitter
Os próprios moradores de Manaus começaram a fazer o transporte de cilindros de oxigênio em seus carros


Após o caos na saúde pública de Manaus, o Brasil vive um  novo colapso relacionado ao abastecimento de oxigênio no norte do país. Dessa vez a crise atingiu a cidade o município de Faro, no Pará, onde pelo menos seis pessoas morreram nas últimas 24 horas devido à falta de oxigênio, medicamentos e leitos. As informações são do jornal O Estado de São Paulo .

Além de Faro, outros dois municípios vizinhos sofrem com o colapso não saúde, como Terra Santa (PA) e Nhamundá (AM). Segundo informações, a comunidade de Nova Maracanã vive a situação mais preocupante, com 34 pacientes internados.

O prefeito de Faro, Paulo Carvalho (PSD), comprou 20 cilindros de oxigênio da cidade de Santarém e aumentou o número de leitos de 6 para 30, com o intuito conter a crise na manhã desta terça-feira (19).  “Ambas as cidades estão em crise. A demanda é maior que a quantidade, porque a produção está comprometida”, disse em referência à empresa White Martins, fornecedora de oxigênio que sofre problemas na produção. 


Segundo a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), é responsabilidade das secretarias municipais acompanhar os contratos a fim de adquirir os produtos para abastecimento das unidades de saúde.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários