CoronaVac, vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan
Reprodução: BBC News Brasil
Butantan aguarda chegada do IFA da China para que sejam produzidas mais doses da CoronaVac

Após avanço nas negociações, o governo de São Paulo e o Instituto Butantan esperam receber mais de 5 mil litros de insumos da China na próxima semana. A carga é suficiente para produzir cerca de 5,5 milhões de dosas da CoronaVac .

As 5,5 milhões de doses se juntarão às 6 milhões que começaram a ser distribuídas na segunda-feira (18). Há, ainda, 4,8 milhões de doses pronas no Instituto Butantan, e é aguardado o aval da Anvisa para que sejam aplicadas.

Nesta segunda-feira (18), o Instituto Butantan pediu ao governo chinês agilidade na liberação dos insumos.

De acordo com o diretor do instituto, Dimas Covas, um carregamento de matéria-prima estava pronto para ser despachado, mas ainda dependia de autorização do governo chinês para ser enviado ao Brasil. O Butantan já concluiu o envase de toda a matéria-prima recebida da China e aguarda essa nova remessa para dar início à segunda etapa de produção.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários