Com mortes ultrapassando a marca de 2 mil ao dia, o Brasil vive o pior momento da pandemia
Foto: Tempura/iStock
Com mortes ultrapassando a marca de 2 mil ao dia, o Brasil vive o pior momento da pandemia

O Brasil registrou pelo 3º dia seguido mais de 2 mil mortes pela Covid-19 , mostra o acompanhamento diário feito pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). A média móvel de óbitos nos últimos sete dias voltou a bater recorde e chegou a 1.762 ocorrências. O total de mortes desde o início da pandemia já é de 275,1 mil.

De acordo com o conselho, os novos casos confirmados de Covid-19 são 85.663, fazendo o total subir para 11,3 milhões. Nesse caso, a média móvel dos últimos sete dias é de 70.593. A taxa de letalidade no Brasil está em 2,4%.

Veja a sequência dos recordes da média móvel:

Sábado (27): 1.180 (recorde)
Domingo (28): 1.208 (recorde)
Segunda-feira (1): 1.223 (recorde)
Terça-feira (2): 1.274 (recorde)
Quarta-feira (3): 1.332 (recorde)
Quinta-feira (4): 1.361 (recorde)
Sexta-feira (5): 1.423 (recorde)
Sábado (6): 1.455 (recorde)
Domingo (7): 1.497 (recorde)
Segunda-feira (8): 1.540 (recorde)
Terça-feira (9): 1.572 (recorde)
Quarta-feira (10): 1.626 (recorde)
Quinta-feira (11): 1.703 (recorde)
Sexta-feira (12): 1.762 (recorde)

Os dados incluem pessoas sintomáticas e assintomáticas, o que significa dizer que, nesse último caso, são pacientes que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários