João Doria anunciou na manhã desta segunda-feira (22) a liberação de mais 1 milhão de doses da CoronaVac para o Brasil
Foto: Eduarda Esteves/iG
João Doria anunciou na manhã desta segunda-feira (22) a liberação de mais 1 milhão de doses da CoronaVac para o Brasil

O governo de São Paulo e o Instituto Butantan liberaram, nesta segunda-feira (22), mais 1 milhão de doses da vacina CoronaVac ao Ministério da Saúde. Só nos últimos dez dias, o Butantan entregou ao Brasil 8,3 milhões de doses, o equivalente a 830 mil unidades diárias do imunizante.

Com o novo carregamento, o total de vacinas oferecida por São Paulo ao Plano Nacional de Imunizações (PNI) chega a 25,6 milhões de doses desde o início das entregas, no dia 17 de janeiro. Até o fim de abril, o total de vacinas garantidas pelo Butantan ao país vai somar 46 milhões.

"Fico muito feliz, como brasileiro, como filho de baiano que sou, de saber que em todo o Brasil, baianos, sergipanos, paraibanos, gaúchos, cararinenses, paulistas cariocas, todos estão recebendo a vacina", disse o governador João Doria (PSDB), em coletiva de imprensa na manhã desta segunda. 

De acordo com a gestão estadual, atualmente, 85% das vacinas disponíveis no país contra a Covid-19 são do Butantan. "Hoje, de mil brasileiros vacinados, 950 estão sendo vacinados com a vacina do Butantan", completou Doria.

É a quarta remessa enviada ao governo federal nos últimos dez dias
Foto: Eduarda Esteves/iG
É a quarta remessa enviada ao governo federal nos últimos dez dias

O Butantan ainda trabalha para entregar outras 54 milhões de doses para vacinação dos brasileiros até o dia 30 de agosto, totalizando 100 milhões de unidades.

Até o fim deste mês de março, o Instituto Butantan aguarda uma nova carga de insumos para produzir cerca de mais 6 milhões de doses, o que permitirá o cumprimento integral do acordo inicial de 46 milhões de doses contratadas pelo Ministério da Saúde.

Doses da Coronavac entregues ao Ministério da Saúde em 2021

17 de janeiro: 6 milhões de doses
22 de janeiro: 900 mil doses
29 de janeiro: 1,8 milhão de doses
5 de fevereiro: 1,1 milhão de doses
23 de fevereiro: 1,2 milhão de doses
24 de fevereiro: 900 mil doses
25 de fevereiro: 453 mil doses
26 de fevereiro: 600 mil doses
28 de fevereiro: 600 mil doses
3 de março: 900 mil doses
8 de março: 1,7 milhão
10 de março: 1,2 milhão
15 de março: 3,3 milhões
17 de março: 2 milhões
19 de março: 2 milhões
22 de março: 1 milhão

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários