Mulher tem erupção cutânea após ser vacinada com vacina AstraZeneca
Reprodução
Mulher tem erupção cutânea após ser vacinada com vacina AstraZeneca

Uma mulher escocesa de 41 anos, chamada Leigh King, que recebeu a vacina contra a Covid-19 da Astrazeneca teve uma erupção cutânea severa por mais de duas semanas após receber o imunizante, de acordo com um relatório. As informações foram publicadas pelo jornal americano 'New York Post'.

A mulher recebeu sua primeira dose da vacina Oxford-AstraZeneca no dia 12 de março, mas, segundo a reportagem, ainda está sofrendo de dor intensa da erupção que cobre seu rosto, peito e braços. Veja a imagem:

Reação alérgica
Reprodução
Reação alérgica

"Minha pele estava tão dolorida e constantemente quente. Nunca senti uma dor assim - foi uma experiência horrível", disse a mulher, que completou: "Eu sou uma pessoa muito saudável e não estou tomando nenhum remédio ou coisa parecida. Não estou nem mesmo em uma categoria vulnerável", disse King.

O National Health Service (NHS) disse em uma declaração sobre o caso: "As vacinas aprovadas para uso no Reino Unido atenderam aos rígidos padrões de segurança, qualidade e eficácia estabelecidos pela Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) independente".

"Qualquer vacina contra o coronavírus aprovada deve passar por todos os testes clínicos e verificações de segurança pelos quais todos os outros medicamentos licenciados passam. O MHRA segue padrões internacionais de segurança", continuou o comunicado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários