Cemitério Nossa Senhora Aparecida, em Manaus
Sandro Pereira/Fotoarena/Agência O Globo
Cemitério Nossa Senhora Aparecida, em Manaus

Pela primeira vez, o número de  mortes por Covid-19 no Brasil ultrapassou a soma de todos os óbitos causados por outras doenças em uma semana.

Os dados são da semana entre 28 de março e 3 de abril, e foram compilados pelo Uol. No período, 50,3% das mortes naturais no Brasil foram por Covid-19. O restante das vidas perdidas (49,7%) representa todas as outras causas de morte natural somadas - os dados excluem causas externas, como acidentes, homicídios e suicídios.

A escalada da Covid-19

A porcentagem de mortes por Covid-19 em relação a todas as mortes naturais mais que dobrou no Brasil desde o início do ano. Na primeira semana, o novo coronavírus (Sars-Cov-2) era o motivo de óbito de 23,2% dos registros. A primeira vez que a taxa ultrapassaou os 30% foi na semana entre 28 de fevereiro e 6 de março (33,9%) - a partir dali, a porcentagem disparou.

As informações usados no levantamento são dos cartórios de registro civil , e a causa da morte é a informada nos registros de óbitos. Os dados foram levantadas até o dia 9 de abril e, portanto, ainda podem ter pequenas alterações. Isso porque leva até 15 dias para que os registros de óbitos sejam inseridos no portal da transparência da Associação Brasileira de Registradores de Pessoas Naturais. 

Segundo os dados de cartórios, o dia com mais mortes por Covid-19 desde o início da pandemia foi 22 de março, quando 3.042 vidas foram perdidas para a doença. Diferentemente dos dados das secretarias de saúde, que mostram as mortes confirmadas em cada dia (e que podem trazer óbitos de dias anteriores), os registrados em cartório mostram apenas as mortes ocorridas em cada dia. Veja as principais causas de morte natural entre 28 de março e 3 de abril no Brasil:

  • Covid-19 - 16.558
  • Pneumonia - 2.084
  • Septicemia - 2.002
  • Causas cardíacas inespecíficas - 1.454
  • AVC (Acidente Vascular Cerebral) - 1.290
  • Infarto - 1.263
  • Insuficiência respiratória - 1.104
  • Indeterminada - 108
  • Outras causas - 7.036
  • Total sem Covid-19 - 16.341

"Eu não tenho notícia de uma doença que tenha causado mais de 50% das mortes em um único mês [no Brasil]. É realmente surpreendente que a gente tenha um predomínio tão grande de mortes causadas por uma doença que é prevenível", afirma a médica e pesquisadora Fernanda Grassi, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) na Bahia, ao Uol.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários