Doença já matou mais de 2,9 milhões de pessoas em todo o mundo
Foto: shutterstock
Doença já matou mais de 2,9 milhões de pessoas em todo o mundo

O Brasil registrou 3.693 mortes por Covid-19 em 24 horas nesta sexta-feira (9) e chegou ao total de 348.718 óbitos acumulados. A média móvel de mortes voltou a crescer e chegou a 2.930. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia, já são 13.373.174 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus (Sars-CoV-2), com 93.317 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos sete dias foi de 66.156.

Já são 79 dias seguidos no Brasil com a média móvel de mortes acima da marca de mil e 24 dias com essa média acima dos 2 mil mortos por dia. De acordo com o Conass, também são 11 dias com a média acima da marca de 2,5 mil.

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 81.750 óbitos causados pela Covid-19. O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 39.038 mortes, seguido por Minas Gerais (27.250), Rio Grande do Sul (21.779) e Paraná (18.803).

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

Desde o início de junho, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde. As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

Você viu?

Covid-19 no mundo

Mais de 134 milhões pessoas foram infectadas em todo o mundo. Do total de doentes, mais de 2,9 milhões morreram, segundo a Universidade Johns Hopkins. O Brasil segue como o terceiro país do mundo em número de casos de Covid-19 e o segundo em mortes, atrás apenas dos Estados Unidos.

Mortes por Covid-19 no Brasil aumentam 10% em apenas uma semana

O total de vidas perdidas para a Covid-19 cresceu 10% na Semana Epidemiológica 13, de 28 de março a 3 de abril. Nesse período, foram registradas 19.643 novas mortes, contra 17.798 confirmadas na semana anterior. A média móvel de mortes (total de vidas perdidas pelo número de dias) na SE 13 ficou em 2.806.

Os dados estão no Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde sobre o Coronavírus Nº 57. O documento reúne a avaliação da pasta sobre a evolução da pandemia, considerando as semanas epidemiológicas e tipo de medicação empregada por autoridades de saúde para essas situações.

A curva de mortes mostra um aumento intenso a partir do fim do mês de fevereiro. O resultado da SE 13 é quase o dobro de há um mês, quando na SE 9 foram registrados 10.104 mortes. 

O total de novos casos confirmados, contudo, sofreu uma queda de 14%. Na Semana Epidemiológica 13 foram registrados 463.235 novos diagnósticos, contra 539.903 novas notificações de pessoas infectadas com o novo coronavírus na semana anterior.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários