Cidade do Rio não registrou novas mortes por Covid-19 no domingo; veja
Pixabay / Divulgação
Cidade do Rio não registrou novas mortes por Covid-19 no domingo; veja

Dados da secretaria estadual de Saúde mostram que a cidade do Rio não registrou novas mortes por coronavírus neste domingo. Os óbitos divulgados em um dia não necessariamente ocorreram naquela data e há casos que a demora para entrar no sistema pode chegar a um mês após morte. Em finais de semana, principalmente em casos de feriado prolongado como nos últimos dias, é comum o atraso na divulgação dos dados, o que pode afetar a divulgação dos números da pandemia.

Apesar deste domingo não ter sido registradas novas mortes na capital, a média móvel de óbitos está em 67 mortes por dia e 1.376 casos. Com os números deste domingo, a média móvel de mortes apresenta uma redução pelo 11º dia seguido, sendo 27% menor que há duas semanas.

A média móvel de 7 dias faz uma média entre o número de mortes do dia e dos seis anteriores. Ela é comparada com média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda. O cálculo é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o "ruído" causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão. 

A análise dos dados foi feita a partir do levantamento do consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, que reúne informações das secretarias estaduais de Saúde.

Você viu?

Puxado pela capital, o estado do Rio também apresenta redução na média móvel de mortes por Covid-19. Neste domingo foram divulgadas 24 mortes e 1.190 novos casos de Covid-19. Ao todo, já são 884.550 infectados e 51.532 vidas perdidas para a doença desde o início da pandemia, em março do ano passado.  Em todo território fluminense, há ocupação de 83% nos leitos de UTI. O cenário de melhora nos números acontece em meio a um momento de avanço na vacinação na capital: na sexta-feira, o prefeito Eduardo Paes anunciou uma aceleração de uma semana no calendário de imunização, começando já nesta segunda-feira.

A média móvel, de 136 mortes e 2.955 casos por dia, agora aponta para uma diminuição de 37% na média de mortes em relação a duas semanas, o que indica um cenário de queda no contágio — pelo 11º dia seguido. Pode haver atraso nos números divulgados neste domingo, já que, com o feriado e o fim de semana, muitos dados acabam ficando retidos em secretarias municipais.

Na cidade do Rio, que segundo o painel do governo, não registrou nenhuma morte, apesar de 482 novos casos nas últimas 24 horas, o prefeito Eduardo Paes e o secretário de Saúde, Daniel Soranz, anunciaram, na última sexta, uma acelerada no calendário de vacinação, que vai durar esta semana, que começa no dia 7, e deve ajudar a encurtar o cronograma final. Diferente do que vinha acontecendo, a partir desta segunda-feira (7), homens e mulheres de 57 anos vão se vacinar no mesmo dia — apenas em turnos diferentes, com mulheres de manhã (de 8h às 13h) e homens à tarde (de 13h às 17h) — e assim em diante, até chegar à casa dos 54 anos. A quarta-feira será direcionada aos profissionais de educação básica. No calendário original, a previsão era de que fossem vacinadas pessoas de até 56 anos entre os dias 7 e 12 de junho.

Um terço dos cariocas vacinados

Até agora, de acordo com o chamado vacinômetro do estado, 3.379.285 fluminenses já foram vacinados pelo menos com a primeira dose. Os dados mostram que 1.583.055 receberam a segunda dose. Na cidade do Rio, os últimos números detalhados, divulgados neste domingo, mostram que, na capital,  2.276.610 pessoas já receberam a primeira dose e 967.835 já foram imunizados com as duas aplicações — um total de 3.244.445 vacinadas aplicadas. Os números mostram que um terço da população carioca já foi vacinada pelo menos com a primeira dose, e 14,3% com a segunda dose.

O cenário atualizado das internações no estado mostra que há uma ocupação de 83% nos leitos de UTI e de 56,7% nas enfermarias, com fila de 29 pacientes por vagas de terapia intensiva até o fim da tarde deste domingo — o que é dinâmico.

Os municípios com mais mortes por Covid-19 no RJ são:

  • Rio — 26.765
  • São Gonçalo — 2.398
  • Niterói — 1.783
  • Nova Iguaçu — 1.535
  • Duque de Caxias — 1.383

As cidades com mais casos confirmados desde o início da pandemia são:

  • Rio — 333.949
  • São Gonçalo — 46.162
  • Niterói — 37.797
  • Volta Redonda — 29.660
  • Campos dos Goytacazes — 25.034

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários