Queiroga diz que Brasil receberá apenas metade das doses da Janssen previstas
Tony Winston/MS
Queiroga diz que Brasil receberá apenas metade das doses da Janssen previstas

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou nesta segunda-feira que  1,5 milhões de doses da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, chegarão ao país na manhã de terça-feira. O número representa metade da antecipação anunciada anteriormente pelo Ministério da Saúde.

Queiroga não explicou o motivo da redução no número de doses enviadas antecipadamente ao país. Segundo o secretário executivo da pasta, Rodrigo Cruz, a previsão é que os imunizantes cheguem no aeroporto de Guarulhos às 6h45 de terça.

"Em relação à vacina da Janssen, essas vacinas estavam previstas no nosso calendário para o último trimestre do ano. Eram 38 milhões de doses. Inicialmente, negociamos com a Janssen e eles iriam nos antecipar na semana passada três milhões de doses. Lamentavelmente, não foi possível a chegada dessas três milhões de doses", disse Queiroga.

O ministro destacou a importância do imunizante uma vez que ele é ministrado em apenas uma dose, o que acelera a vacinação:

Você viu?

"Mas eu já antecipo em primeira mão que amanhã deve chegar no aeroporto de Viracopos, de Guarulhos, 1,5 milhão de doses da vacina Janssen. São vacinas úteis, como as outras, mas essa é uma dose única que permite uma imunização mais rápida".

De acordo com o secretário executivo, a pasta está negociando a remessa de doses adicionais.

"A previsão é que chegue amanhã às 6h45 no aeroporto de Guarulhos. Esse quantitativo que o ministro indicou, 1,5 milhão de doses, estamos trabalhando ainda para tentar algumas confirmações ainda essa semana para doses adicionais desse novo imunizante que passará a integrar então o PNI", disse Cruz.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários