AstraZeneca deve ser reaplicada, diz entidade
Reprodução: ACidade ON
AstraZeneca deve ser reaplicada, diz entidade


Na tarde desta sexta-feira (2) foi anunciado que c erca de 26 mil doses da vacina da AstraZeneca fora da validade foram aplicadas em 1.532 municípios do Brasil. Apesar de não fazer mal, a vacina vencida não causa efeitos colaterais ou problemas à saúde, mas não oferece a proteção para a Covid-19, afirmou a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) ao Metrópoles.

Leia também: AstraZeneca: como saber se tomei a dose vencida da vacina?

"A administração de dose vencida não implica risco à saúde. No entanto, como não há certeza se pode haver prejuízo a eficácia, recomenda-se repetir a dose. Ainda não é possível afirmar se a dose adicional pode aumentar a possibilidade de eventos adversos", diz o pronunciamento da SBIm.

"As secretarias de Saúde e o Programa Nacional de Imunizações (PNI) devem apurar o ocorrido e verificar se as doses de fato foram aplicadas após o período estipulado ou se houve alguma inconsistência de informação", concluiu.

O Plano Nacional de Vacinação contra Covid-19 afirma que pessoas vacinadas com imunizantes vencidos devem receber uma nova dose pelo menos 28 dias depois da aplicação fora da validade.

Apesar de "a administração de dose vencida não implica risco à saúde", a SBIm afirma que "ainda não é possível afirmar se a dose adicional pode aumentar a possibilidade de eventos adversos". Mesmo assim, o recomendado é repetir a dose. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários