Variante indiana é a mais comum no mundo, diz OMS
Reprodução/FreePic
Variante indiana é a mais comum no mundo, diz OMS


Pesquisadore encontraram amostras de dois tipos diferentes do vírus da Covid-19 que podem configurar novas cepas desenvolvidas no Brasil. Elas foram encontradas nos estados do Rio Grande do Sul e do Tocantins e já estão em análise, informou a CNN. 

No Rio Grande do Sul, a descoberta de pesquisadores do Laboratório de Microbiologia Molecular da Universidade Feevale foi divulgada na revista científica "Research Square". Das 80 amostras sequenciadas, 26 foram da potencial nova variante. Do total, 20 delas eram de caminhoneiros que cruzaram a fronteira com a Argentina, em Uruguaiana.

Segundo a pós-doutoranda Mariana Soares, essa transformação seria um desdobramento da linhagem B.1.1.28, que deu origem à variante Gama (P.1), originária de Manaus. 

Você viu?

"Essa possível nova linhagem tem um grupo de mutações que ainda não tinha sido identificado no Brasil. Podemos dizer que seria uma espécie de irmã da P.1. São amostras do fim de maio. Os caminhoneiros apresentavam sintomas que variavam de leve a moderados, como dores e febre", afirmou a pesquisadora à CNN.

No Tocantins, pesquisadores do Laboratório de Bioinformática e Biotecnologia da Universidade Federal do Tocantins (Labinfictec/UFT) descobriram uma potencial nova variante que também envolve alterações na variante Gama.

"É uma evolução da P.1, com mutações adicionais. A maioria dos genomas com essas características foi encontrada em São Paulo, embora ela tenha sido descoberta aqui no Tocantins. Basicamente, o vírus sofreu uma mutação e se expandiu para outros estados. Essa mutação específica – não a possível nova linhagem – já foi encontrada em mais de seis mil genomas. É parte da evolução natural do vírus", explicou o pesquisador Fabrício de Souza Campos. 

Ainda não se sabe, no entanto, se essas potenciais variantes são mais perigosas ou transmissíveis que as anteriores. Para isso, serão precisos novos estudos, análises laboratoriais e testes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários