Contrários à vacina são proibidos de circular em cidade na Colômbia
Reprodução: ACidade ON
Contrários à vacina são proibidos de circular em cidade na Colômbia


Apesar de já ter recebido doses de vacinas contra a Covid-19 o suficiente, a cidade de Sucre, na Colômbia, tem enfrentado dificuldade para fazer com que os moradores se vacinem. Em declaração a uma rádio local nesta segunda-feira (2), a prefeita Elvira Julia Mercado anunciou confinamento para aqueles que se recusarem a tomar o imunizante.

"Temos que usar a mão dura como líderes. Todos têm que se vacinar, porque se não, não poderão circular no município de Sucre", afirmou Elvira, segundo informações da Agência Reuters.

A prefeita atriui a baixa adesão às fake news que têm circulado pelo município. Sucre tem cerca de 28 mil habitantes, mas menos da metade compareceu aos postos para e vacinar.

De acordo com o decreto municipal, quem não se vacinou só poderá sair de casa para receber atendimento médico ou para se imunizar. Em caso de desobediência, a punição é uma multa equivalente a R$ 1,3 mil.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários