O Boletim do Observatório Covid-19 da Fiocruz,  é referente as semanas 29 e 30 de 2021 (18 a 31 de julho)
Reprodução/FreePic
O Boletim do Observatório Covid-19 da Fiocruz, é referente as semanas 29 e 30 de 2021 (18 a 31 de julho)

O Brasil apresentou redução nas mortes e casos de contaminação por Covid-19 pela quinta semana consecutiva, de acordo com o Boletim publicado nesta sexta-feira (6) pelo Observatório Covid-19, da Fiocruz.

Contudo, os cientistas chamam atenção para a circulação do vírus, que se mantém alta no país, realidade comprovada pelos testes com resultado positivo e pela incidência de notificação de Síndromes Respiratórias Agudas Graves (SRAG).

A queda dos números é referente à última semana do mês de julho e, segundo o boletim, representam os registros de ocupação dos hospitais, que vem apresentando “relativo alívio”. 

De acordo com o levantamento, os índices não diminuem na mesma quantidade. “A taxa de mortalidade diminuiu 1,3% ao dia, enquanto a taxa de incidência de casos de Covid-19 foi reduzida em apenas 0,3% por dia”, diz o relatório.

Você viu?

Além disso, segundo a Fiocruz, a maioria dos estados apresentou estabilidade nas taxas de incidência e mortalidade. As proporções diminuíram significamente no Acre, Rio Grande do Norte, Sergipe e Bahia.

Entretanto, o Rio Grande do Sul apresentou “alta considerável”, que pode ter como consequência um aumento da demanda por internações hospitalares ou mesmo de óbitos nas próximas semanas, informou o boletim.

No geral, o estudo ressalta que a duas semanas os gráficos dos índices de contaminação e de mortes pelo vírus apresentaram defasagem, causada pela evolução do vírus e do estado do paciente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários