Covid-19: EUA concede registro definitivo para a vacina da Pfizer nos EUA
Isabela Silveira
Covid-19: EUA concede registro definitivo para a vacina da Pfizer nos EUA

A Agência reguladora dos Estados Unidos (FDA) concedeu, nesta segunda-feira (23), o registro definitivo para a  vacina da Pfizer contra a Covid-19. "A aprovação desta vacina pelo FDA é um marco à medida que continuamos a lutar contra a pandemia de Covid-19", declarou a chefe do FDA, Janet Woodcock.

Com a aprovação em definitivo, a vacina Comirnaty passa a ter indicação definitiva para pessoas com 16 anos ou mais. A vacina também continua disponível sob autorização de uso de emergencial nos EUA para adolescentes de 12 a 15 anos e para a administração de uma 3ª dose em pessoas imunosuprimidas.

"Embora esta e outras vacinas tenham atendido aos rigorosos padrões científicos da FDA para autorização de uso de emergência, como a primeira vacina Covid-19 aprovada pela FDA, o público pode estar muito confiante de que esta vacina atende aos altos padrões de segurança, eficácia e qualidade de fabricação", disse a chefe do FDA.

E completou: "Avaliamos dados científicos e informações incluídas em centenas de milhares de páginas, conduzimos nossas próprias análises de segurança e eficácia da Comirnaty e realizamos uma avaliação detalhada dos processos de fabricação, incluindo inspeções das instalações de fabricação".

A vacina Pfizer/BioNTech utiliza a tecnologia de RNA mensageiro. O material genético sintético, que carrega o código genético do vírus, estimula o organismo a gerar anticorpos contra a doença.

As vacinas de RNA mensageiro são um novo tipo de imunizante, considerado de terceira geração, que também tem como objetivo proteger as pessoas de doenças infecciosas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários