Jovem recebe dose da vacina contra covid-19 em São Paulo
Carlos Bassan/Fotos Públicas
Jovem recebe dose da vacina contra covid-19 em São Paulo

Nesta segunda-feira (6), a cidade de São Paulo inicia a  vacinação contra a Covid-19 de adolescentes de 12 a 14 anos de idade sem comorbidades ou deficiência física permanente.

O imunizante da Pfizer é o único liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o público dessa idade . Os jovens devem comparecer às unidades de vacinação acompanhados dos responsáveis ou apresentar uma autorização assinada. O público estimado para hoje é de 360 mil adolescentes.

Nesta segunda também começa a dose de reforço para idosos acima de 90 anos, que irá até 12 de setembro. O grupo estimado é de 52 mil pessoas. A imunização ocorrerá com doses de lotes da Coronavac aprovados pela Anvisa .

"Todas as vacinas distribuídas no estado de São Paulo foram validadas e aprovadas pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade de Saúde (INCQS) do Governo Federal, portanto com qualidade garantida e segurada para a utilização na população. A Secretaria de Estado da Saúde trabalha em sintonia com o Instituto Butantan e, no decorrer da campanha, já aplicou mais de 21 milhões de doses do imunizante, não se observando intercorrências em termos gerais. Toda a rede foi orientada durante toda a campanha sobre a importância", afirmou o governo do estado.

Os idosos devem comparecer aos postos de imunização com o comprovante do ciclo vacinal completo — sendo que a segunda dose deve ter sido aplicada há pelo menos seis meses —, além do documento com foto e comprovante de residência.

Você viu?

A Prefeitura informou que as equipes das UBSs também irão vacinar pacientes acamados em casas e instituições para idosas, assim como a população indígena aldeada.

Embora o governo tenha dito que a dose de reforço será aplicada com o imunizante que estiver disponível, a Prefeitura disse que dará preferência à Pfizer , depois de receber um novo lote do Ministério da Saúde, o que deve ocorrer no próximo dia 15.

Doses remanescentes

Além disso, os idosos com mais de 60 anos também podem começar a fazer a inscrição nas UBSs para receber as doses da xepa. Podem receber os imunizantes remanescentes os idosos que tomaram a segunda dose há mais de seis meses na capital. 

Para a xepa, também podem se cadastrar pessoas imunossuprimidas com mais de 18 anos que tomaram a segunda dose ou única há pelo menos 28 dias.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários