Mais de 12 mil crianças perderam pai ou mãe para covid-19 no Brasil
Reprodução/Pixabay
Mais de 12 mil crianças perderam pai ou mãe para covid-19 no Brasil

Um levantamento feito pela Arpen, que representa os Catórios de Registro Civil do Brasil, mostra que ao menos 12.211 crianças de até seis anos de idade ficaram órfãs de um dos pais por causa da covid-19 desde março de 2020.

Os dados foram obtidos através do cruzamento entre os CPFs que constam nos registros de nascimento e de óbitos feitos em todos os cartórios do país.

A grande maioria das crianças que ficaram órfãs na pandemia (25%) não tinham completado um ano. Outros 18% já tinham um ano de idade; 18,2% dois anos; 14,5% três anos; 11,4% 4 anos, 7,8% 5 anos e 2,5% 6 anos.

Cerca de 223 pais faleceram antes mesmo do nascimento dos filhos, e 64 crianças de até seis anos perderam tanto o pai quanto a mãe para a doença.

Leia Também

Os estados de São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Ceará e Paraná concentram o maior número de óbitos com pais de crianças nessas faixas etárias.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários