Jovem está internada com um dreno após ter pulmão perfurado
Pixabay
Jovem está internada com um dreno após ter pulmão perfurado

Uma empresária procurou um massagista para resolver uma dor no pescoço e acabou com o pulmão perfurado por uma agulha de acupuntura em Sorriso, no Mato Grosso.

Em um relato publicado pelo UOL, Jéssika Germiniani, de 26 anos, afirmou que a terapia foi sugerida por uma massagista. Mesmo receosa, ela aceitou fazer. O acidente, no entanto, foi imediato.

"Ela comentou comigo que estava tendo bons resultados, e perguntou se eu queria tentar. Na hora, eu fiquei meio receosa... Não gosto muito de agulhas, mas ela falou que seria bom e que iria me ajudar", disse.

Logo no início da sessão, ela sentiu dificuldades para respirar. Segundo a terapeuta, isso fazia "parte do tratamento". A jovem voltou para apresentando os mesmos sintomas, e não conseguia sequer deitar na cama.

Ela então entrou em contato com uma fisioterapeuta de confiança, com quem já tinha realizado uma sessão de acupuntura, para verificar a possibilidade de ter sido lesionada.

Leia Também

"Ela falou que sim, porque eu sou bem magra, quase sem gordura, e me recomendou ir ao hospital".

A perfuração no pulmão foi atestada após uma série de exames médicos. Por conta da lesão, Jéssika permaneceu internada, e precisa utilizar um dreno.

"Fizeram uma tomografia e já deu que o pulmão estava comprimido e que eu precisaria passar por uma cirurgia de emergência para a colocada do dreno. Num primeiro momento, achei que seria algo rápido, mas eu ainda estou internada, com bastante dor. O dreno fica entre a costela, não consigo dormir bem, está muito difícil", disse em entrevista.

A situação, segundo Jéssica, surpreendeu até mesmo as enfermeiras do hospital. "É uma situação grave, se a pessoa não vem para o hospital na hora. Como eu vim imediatamente, a cirurgia é simples, abre, coloca o dreno e retira o ar. O problema é se você não vem e fica insistindo que é uma dor por conta dos nervos, como foi me falado. O caso seria grave se não procura ajuda porque você pode parar de respirar", conta.

Ela afirma que a massagista e terapeuta, que é experiente na área, se desesperou ao saber do ocorrido. "Ela ficou bem preocupada, mas eu ainda não estou falando com ninguém, pois estou em estado de choque", disse, sobre a possibilidade de fazer uma denúncia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários