Richarlison compartilhou nas redes sociais momento em que se vacina contra covid-19
Reprodução
Richarlison compartilhou nas redes sociais momento em que se vacina contra covid-19

Atacante da seleção e do Everton, Richarlison fez um apelo para que os brasileiros que ainda não tomaram a vacina contra covid-19 por opção procure os postos de saúde com doses disponíveis.

Em uma carta publicada no site 'The Players Tribune', famoso por publicar relatos emocionantes de esportistas de diversas modalidades - do próprio Richarlison, inclusive, em outra oportunidade -, ele se disse preocupado com a situação, e fez um apelo: "Por favor, não deixe de tomar sua vacina".

"Senti que era necessário passar essa mensagem ao saber que muitas pessoas ainda não se vacinaram. Não por falta de imunizantes nem por atraso na entrega das vacinas, mas por escolha própria. E isso me deixa preocupado. De verdade", disse.

Para o jogador de futebol, as fake news são as principais responsáveis por algumas pessoas não aderirem à campanha.

"Infelizmente, a maioria dessas pessoas tem sido influenciada por informações falsas e teorias da conspiração que geral compartilha nas redes sociais, sem imaginar o estrago que pode causar na saúde de toda a população. Como pessoa pública, me vejo na obrigação de dividir com vocês alguns dados de fontes realmente confiáveis, que podem te fazer rever seus conceitos sobre as vacinas".

No ano passado, Richarlison se tornou embaixador do projeto USP Vida, que arrecadou 20 milhões de reais para pesquisas científicas. Os estudos auxiliaram no desenvolvimento de testes, respiradores mais baratos e outros equipamentos que estiveram, junto aos profissionais, na linha de frente contra a doença.

"Os cientistas e médicos arriscaram suas vidas, abriram mão até de conviver com suas famílias para tentar uma solução. Eles são verdadeiros heróis e merecem ser valorizados pelo que fizeram. Não fosse o empenho deles em buscar a cura, a gente estaria numa situação ainda mais caótica", escreveu.

Ele defende que jogadores e pessoas com grande alcance midiático se engajem nessa luta. "É uma coisa simples, mas que pode fazer a diferença, já que poucos cientistas têm alcance na mídia e na internet. Nós, atletas, temos tantos seguidores, tantas pessoas que param pra ouvir o que a gente fala...", afirma.

Leia Também

Ele disse ainda não ter nenhuma dúvida sobre a confiabilidade das vacinas, mas que vê algumas pessoas "com o pé atrás" - "até mesmo alguns atletas", conta.

"Uma pessoa que não se vacina pode afetar o grupo de jogadores e o clube no geral. E isso vale para qualquer área ou profissão."

'Quem lacra não lucra'

Prevendo comentários que receberia em suas redes sociais após a divulgação do texto, Richarlison se antecipou, e disse que não se importa com "haters e todas as pessoas ruins que estão ali".

"Você posta alguma informação que pode ser útil e já começam os comentários do tipo “quem não lacra, não lucra” — sendo que toda vez que falamos algo nesse sentido perdemos um monte de seguidor, recebemos comentários de gente que acha que estamos falando para atacar algum político, alguma outra pessoa ou algum outro time", prossegue.

"Mas eu não me importo, ainda mais quando existem vidas em jogo. Isso não é brincadeira. Se eu conseguir influenciar uma pessoa a se vacinar, já me sentirei vitorioso por tudo que tentei fazer nesse período. É uma vida que será salva dessa doença e várias outras ao redor que também se beneficiarão."

Apesar de dizer que não-vacinados não podem ser tratados "como inimigos", e que a questão tem que ser resolvida na base do conselho e da conversa, "compartilhando notícias (reais), o jogador defendeu também a restrição para que pessoas não-vacinadas não tenham acesso a determinados lugares: "me parece justo", escreveu, para que "quem não se vacinou entenda que isso é por um bem muito maior do que apenas uma escolha individual."

Segundo o site OurWorlInData, da Universidade de Oxford, o Brasil tem 55,27% da sua população totalmente vacinada; 74,39% receberam apenas a primeira dose. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários