Vacina da PFizer pode ser aplicada em adolescentes e adultos
Hélia Scheppa/ Arquivo/ SEI
Vacina da PFizer pode ser aplicada em adolescentes e adultos

O diretor-geral da U.S Health, autoridade de saúde nos Estados Unidos, Dr. Vivek Murthy, acredita que as farmacêuticas devem lançar, já no próximo ano, vacinas compatíveis para crianças abaixo dos 5 anos, faixa ainda não contemplada pelos imunizantes disponíveis atualmente. 

Em um evento promovido pela CNN espanhola, ele participou de um painel com o médico Sanjay Gupta, onde o tópico foi abordado. "Eu também estou esperando por isso", disse, ao contar que é pai de uma criança de três anos.

"Testes para crianças menores de cinco anos estão em andamento. Prevemos que no início de 2022 vamos ver uma vacina disponível para crianças dessa faixa", afirmou. "Eu malo posso esperar. Esse será um dia importante para nós", completou.

Os Estados Unidos já aprovaram o uso da vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos. O parecer foi emitido pelo Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora do país, na última sexta-feira (29).

Leia Também

A demanda é uma preocupação nos Estados Unidos, já que a Academia Americana de Pediatria divulgou um relatório na última semana que aponta para um aumento desproporcional de novos casos de covid-19 em crianças.

Segundo a Pfizer, a vacina, mesmo aplicada em uma dose menor - um terço da dose dada a pessoas com 12 anos ou mais -, oferece 90,7% de proteção. No país, crianças de 5 a 11 anos representam 39% dos casos de covid-19.

No Brasil, o imunizante é liberado para adolescentes a partir dos 12 anos. Ainda não há previsão para a vacinação de crianças a partir dos 5. Na semana passada, diretores da Anvisa receberam ameaças caso aprovem a vacinação nesta faixa etária. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários