Garibaldo, personagem de Vila Sésamo
Reprodução/redes sociais
Garibaldo, personagem de Vila Sésamo

Um post que poderia ser considerado inofensivo vindo de um perfil oficial de um personagem de uma série de TV está dando o que falar entre políticos conservadores e negacionistas nos Estados Unidos.

No último dia 6 de novembro, Garibaldo, da série "Vila Sésamo", embarcou na campanha em prol da vacinação contra covid-19 dizendo estar vacinado. O post no Twitter foi o suficiente para irritar parte a ala antivacina do país.

"Eu recebi a vacina contra covid-19 hoje! Minha asa está um pouco dolorida, mas ela vai deixar meu corpo extra protegido, mantendo a mim e os outros com saúde", escreveu o perfil oficial.

Ted Cruz, senador eleito pelo Texas, classificou a ação como "propaganda de governo para crianças". No país, a vacinação está autorizada com a vacina da Pfizer a partir dos 5 anos. Ele foi muito apoiado por outros parlamentares de sua base e pela população.

Wendy Rogers, senadora republicana pelo estado do Arizona, disse que "Garibaldo é um comunista".

Leia Também

A situação da pandemia é preocupante nos dois estados de origem dos políticos. De acordo com os dados do Johns Hopkins, o Texas já perdeu 72 mil vidas para a covid-19, e contabilizou 4,2 milhões de infecções. No Arizona, foram 1,1 milhão de infectados e mais de 21 óbitos.

Apesar de contar com uma quantidade mais que suficiente de vacinas para imunizar sua população, os Estados Unidos estagnaram nos 58,4% de imunização da população, segundo informou o G1.

Essa não é a primeira vez que o pássaro amarelo participa de uma campanha de vacinação. Em 1972 ele incentivou estudantes a se vacinarem.

Biden entrou na brincadeira e defendeu a postagem, assim como Hillary Clinton. "Muito bem, Garibaldo. Se vacinar é a melhor forma de manter toda a Vila segura", escreveu o presidente.

"É um pássaro que ensina coisas às crianças. Por exemplo, como se manter saudável. E é isso", completou a ex-secretária de Estado dos EUA.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários