Gestão anterior comprou aparelhos de hemodiálise para o Rio, mas cidade não oferece o serviço
Divulgação/Ministério da Saúde
Gestão anterior comprou aparelhos de hemodiálise para o Rio, mas cidade não oferece o serviço

A Prefeitura do Rio de Janeiro devolveu 40 aparelhos de hemodiálise no valor de R$ 3 milhões que não foram usados a empresa B Braun. Os equipamentos foram adquiridos na gestão passada, comandada por Marcelo Crivella. As informações são da coluna de Berenice Seara, no Extra.

Apesar do contrato milionário, o município nunca ofereceu o tratamento de diálise, que demanda a compra desse tipo de maquinário. O estado do Rio de Janeiro é o responsável pelo serviço. A B Braun avaliou que seria mais vantajoso recolher o material do que aguardar o pagamento, que pode não sair.

Uma outra empresa, a China Meheco, vendeu R$ 302,9 milhões em equipamentos - e não aceitou a devolução. Boa parte deles também não foi utilizada.

A prefeitura pagou R$ 111,2 milhões, 37% do valor total da conta, e já avisou que não vai quitar a dívida total. O secretário de Fazenda do município, Pedro Paulo Carvalho, disse que irá pedir uma investigação sobre esses gastos.

"Não pagaremos um centavo sequer sem a apuração dos responsáveis por essa contratação absurda. E não adianta a empresa ficar mandando lobista para tentar intermediar a solução, porque aqui a chance é zero", disse.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários