Registro da vacinação contra a Covid-19
Eduardo Lopes/ Fotos Públicas
Registro da vacinação contra a Covid-19

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), informa que conforme nota técnica emitida hoje (26) pelo Ministério da Saúde (MS), a partir desta sexta-feira os cidadãos que se vacinaram com o imunizante da Jassen deverão tomar a segunda dose (D2) do mesmo fabricante, entre dois e seis meses após a primeira aplicação. Para seguir com a aplicação das doses aos moradores da capital, a SMS aguarda o envio do imunizante por parte do governo federal. Tão logo receber as vacinas, o município divulgará a data de início da aplicação da D2 de Janssen.

"São mais de 300 mil pessoas que poderão tomar a segunda dose do imunizante da Jansenn, após o recebimento dos novos lotes", afirmou o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

No caso de mulheres que ficaram grávidas depois que se vacinaram com a Janssen, a recomendação é que a segunda dose seja feita com a vacina da Pfizer.

Até esta quinta-feira (25), foram aplicadas 21.456.736 doses de vacinas antiCovid, sendo 10.586.777 (D1), 9.313.934 (D2), 328.331 (DUs) e 1.227.694 (DAs). A cobertura vacinal da população com mais de 18 anos de idade está em 108,5% para D1 + DU, em 100,2% para D2 + DU e em 13,3% para DA.

Em adolescentes de 12 a 17 anos, foram aplicadas 896.768 primeiras doses, representando uma cobertura vacinal de 106,2%. Também foram aplicadas 396.234 segundas doses nesse público (cobertura de 46,9%).

A SMS recomenda à população que acompanhe a disponibilidade de segundas doses dos imunizantes por meio da plataforma De Olho na Fila. A lista completa de postos pode ser encontrada na página Vacina Sampa. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários