Fiocruz também fez uma  análise da pandemia no país
Reprodução: Fiocruz Imagens
Fiocruz também fez uma análise da pandemia no país

A atual fase da pandemia de Covid-19 no Brasil, provocada pela Ômicron, pode ser encarada como "uma janela de oportunidades". É o que dizem pesquisadores do Observatório Covid-19 Fiocruz no novo boletim divulgado na manhã desta quarta-feira.

Apesar das "controvérsias e incertezas ainda existentes", os cientistas consideram que "a explosão de casos cria temporariamente uma legião de pessoas com resposta imune ao vírus" e que, mesmo a proteção sendo de curta duração, "isso significa que, por algum tempo, haverá centenas de milhares de pessoas ao mesmo tempo imunes a uma nova infecção".

Eles sugerem que uma alta cobertura vacinal associada a este cenário de número elevado de infecções — e consequentemente de resposta imune — poderiam reduzir o número de casos, internações e óbitos pelo doença, e até mesmo bloquear a circulação do vírus no país, já que o número de pessoas suscetíveis à infecção seria menor, mesmo que temporariamente.

"Esse momento, portanto, pode representar uma oportunidade de readequação do sistema de saúde para o atendimento de casos mais graves e o acompanhamento de pessoas infectadas com sintomas mais leves. Para isso, é necessária a implementação de práticas de telessaúde, testagem estratégica de casos suspeitos e seus contatos, bem como o reforço de estruturas hospitalares e ambulatoriais", afirmam os pesquisadores no documento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários