João Doria (PSDB)
Reprodução
João Doria (PSDB)

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou nesta quinta-feira (03) que o comitê científico estuda a liberação do uso de máscaras ao ar livre. O tucano frisou que ""não há uma decisão, mas há uma boa expectativa".

A decisão será divulgada na próxima quarta-feira (09), segundo o governador.

A possibilidade de flexibilização das máscaras contra a Covid-19 estava sendo estudada desde novembro do ano passado. Com o avanço da variante Ômicron, o governo recuou e optou por manter a obrigatoriedade da medida não-farmacológica.

Segundo o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, houve uma melhora significativa da pandemia por conta da vacinação. 

Leia Também

"Dados da pandemia são bastante significativos em termos de melhora e ao mesmo tempo a vacinação. São Paulo atingiu mais de 100 milhões de doses da vacina distribuídas e mais de 20 milhões de doses da vacina foram dadas como dose adicional para os 30 milhões que precisamos objetivar. E, ao mesmo tempo, temos mais de três milhões de doses que foram dadas na população pediátrica entre 5 e 11 anos", afirmou Gorinchteyn.

Ainda, o secretário ressalta que São Paulo apresenta queda de 62% nas internações nas enfermarias e 52% nas internações nas Unidades de Terapias Intensivas (UTIs), além do baixo número de óbitos por Covid-19 no estado. Por conta dos dados positivos, João Doria e o comitê de especialistas decidiram reavaliar o uso de máscaras ao ar livre em São Paulo e estudar uma flexibilização.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários