Operação inédita transplantou coração de porco geneticamente modificado para um homem nos EUA
Reprodução
Operação inédita transplantou coração de porco geneticamente modificado para um homem nos EUA

David Bennett, de 57 anos, que sofria com uma doença cardíaca morreu na última terça-feira (7). Em um procedimento histórico, o paciente recebeu um  transplante de coração de porco geneticamente modificado em janeiro deste ano.

A informação do falecimento foi dada pelo hospital do Centro Médico da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, onde ele estava internado. Segundo a insituição, seu estado de saúde estava "se deteriorando há alguns dias". 

Bennett recebeu "cuidados paliativos compassivos" após ficar claro que ele não se recuperaria. Segundo a Reuters, o hospital afirmou que o coração transplantado funcionou "muito bem por várias semanas sem nenhum sinal de rejeição".

"Antes de consentir em receber o transplante, o Sr. Bennett foi totalmente informado dos riscos do procedimento, e que o procedimento era experimental com riscos e benefícios desconhecidos", disse o hospital.

Leia Também

O transplante do coração de porco, ainda que experimental, era a única alternativa para o paciente, que foi considerado inelegível para um transplante de coração convencional.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários