A manicure Josiane com o cabelo trançado
Reprodução
A manicure Josiane com o cabelo trançado

A manicure Josiane Reis de Souza, de 41 anos, denuncia uma pomada para trançar os cabelos chamada Ômegafix após, segundo ela, ter usado o produto e sofrer queimadura nas córneas ao mergulhar numa piscina, no último sábado. Ela, agora, teme ficar com sequelas e afirma que entrará na Justiça contra o fabricante do cosmético. Ao tomar conhecimento dessa e de outras denúncias sobre o produto, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu abrir um dossiê de investigação.

De acordo com o órgão, "o produto Ômegafix Pomada para Tranças se enquadra na definição de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes, regulados pela Resolução RDC 7, de 2015. Porém, o produto da empresa OMEGAFIX não está regularizado na Anvisa. Não foi encontrado processo de regularização deste produto na Gerência de Cosméticos da Anvisa".

— Já tinha feito essa trança no ano passado e mergulhado numa piscina e nada aconteceu. No sábado, quando mergulhei e saí da água, comecei a ver tudo esbranquiçado, como se estivesse no meio de fumaça. Na hora, achei que era o cloro — contou Josiane.

Ela permaneceu no lugar, mesmo com a visão embaçada e comentou com a nora, Mirella Reis, o que havia acontecido. Mirella fez pesquisas na internet e encontrou casos semelhantes ao da sogra sendo associados ao uso da pomada e a avisou. Josiane conta ter ficado temerosa, mas não procurou ajuda médica na hora. Somente no domingo, quando acordou sem conseguir enxergar, ela foi a um posto de saúde em Belford Roxo, município da Baixada Fluminense onde mora:

— Lá me deram uma medicação que não adiantou nada. Fui, então, para o (Hospital municipal) Moacyr do Carmo (em Duque de Caxias, também na Baixada). Lá me orientaram a procurar o Hospital do Olho (também em Caxias). Nos lugares onde passei, ouvi relatos de casos semelhantes ao meu. Só no Hospital do Olho me falaram que eu era a quinta mulher a aparecer lá relatando a mesma coisa.

O caso de Josiane foi postado no Twitter por Mirella e viralizou. Algumas pessoas contaram saber de problemas semelhantes relacionados ao uso da pomada. A manicure atualmente está com lentes de contato nos dois olhos, ainda sem enxergar e sentindo dor e ardência, e voltará ao hospital nesta quarta-feira, quando deverá saber se as lesões melhoraram.

— Eu estou com medo, até porque dependo da minha visão para trabalhar. Depois que eu voltar a enxergar, vou ver com a minha sobrinha, que foi quem trançou meu cabelo, onde ela comprou a pomada. Vou correr atrás de justiça — afirmou.

Presidente da Sociedade Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa, o oftalmologista Bruno Fontes explicou que qualquer lesão na córnea dói bastante porque se trata do tecido mais enervado que temos. Ele disse, ainda, que em caso de reação após contato com qualquer produto, a pessoa deve lavar os olhos abundantemente e procurar uma unidade de saúde.

— Se houver demora, pode virar uma virar uma infecção e deixar sequela — disse.

Leia Também

Segundo ele, as lesões mais graves são provocadas por produtos usados na limpeza, como água sanitária e cloro.

O GLOBO localizou um homem que, no WhatsApp se identifica como Tito, e disse ser da fábrica que produz o Ômegafix. Ele enviou um áudio e argumentou que profissionais que trançam cabelos são os responsáveis por avisar aos clientes que eles não podem entrar em piscinas quando estiveram usando a pomada. Mas admite que não há aviso nas embalagens do produto sobre o risco de usá-la e mergulhar na água.

"O que eu posso dizer para você é o seguinte: esse produto é para ser usado no cabelo e não nos olhos. E outra coisa: ele é para usar no cabelo do negro. Isso aí não é lavado em piscinas. As mulheres tomam cuidado para entrar na piscina. Isso não sou eu que tem que fala. O cara que faz a trança que tem que passar para ele. O profissional que não passou para ela", diz um trecho da mensagem.

Ele admitiu que esse tipo de problema já ocorreu outras vezes e "sempre nessa situação". "A pessoa vai para piscina, vai para o chuveiro. E infelizmente o produto vai sair. Não existe uma pomada que não saia. O cuidado que tem que tomar é: não pode molhar a cabeça", completou.

Entre no canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários