Uso de máscaras volta a ser recomendado pelo Comitê Científico do Coronavírus de SP
Pixabay License
Uso de máscaras volta a ser recomendado pelo Comitê Científico do Coronavírus de SP

O Comitê Científico do Coronavírus do Estado de São Paulo voltou a recomendar que os municípios orientem o uso de máscaras em locais fechados para prevenir o contágio da Covid-19. A proteção facial havia sido dispensada nos espaços no dia 17 de março, 679 dias depois de terem sido impostas no início da pandemia.

A orientação vem no momento em que os índices da doença voltam a subir no estado, ainda que continuem em patamares considerados baixos.

"É uma recomendação, não é uma obrigatoriedade. Os municípios podem decidir pela obrigatoriedade se quiserem. O que foi feito hoje é uma recomendação de uso em locais fechados, especialmente aqueles com muitas pessoas, incluindo salas de aula, escritórios, cinema, por exemplo. Isso é em função do aumento da transmissão do vírus, que já vem ocorrendo há algumas semanas e, nas últimas, têm levado ao aumento no número diário de internações no estado de São Paulo", afirmou o coordenador do Comitê, Paulo Menezes.

São Paulo foi um dos últimos estados a anunciarem pela liberação do item. A decisão veio cerca de uma semana depois que a máscara foi dispensada em ambientes abertos, no dia 9 de março. Na época, a flexibilização da proteção foi apoiada pelo comitê científico estadual que levou em consideração uma redução de 76,7% nas novas internações e 56% dos óbitos por Covid-19 durante o mês de abril.

No entanto, hoje o estado vê os números subirem novamente. De acordo com o monitoramento da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, nesta terça-feira foram registradas 492 novas internações pela doença, levando a média móvel a 404. Há duas semanas, esse índice era de 232 - um aumento de 74,1%.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários