Vírus da 'varíola dos macacos'
Foto: Centro de Controle de Doenças/Divulgação - 20/05/2022
Vírus da 'varíola dos macacos'

A Comissão Europeia fechou um contrato nesta terça-feira (14) com a indústria farmacêutica Bavarian Nordic para a compra de 109.090 mil doses da vacina contra a varíola dos macacos , informou a comissária para a Saúde do bloco, Stella Kyriakides.

"Esse é um claro sinal que a agência Hera pode responder de maneira eficaz às ameaças de saúde", disse Kyriakides referindo-se ao órgão criado pela União Europeia em setembro do ano passado para preparação e respostas às crises sanitárias. A agência foi organizada por conta da pandemia de Covid-19, quando os 27 Estados-membros fizeram a compra conjunta das vacinas e dos medicamentos contra a doença.

O acordo prevê a entrega das doses tanto para todos os países-membros como para a Noruega e Islândia no fim deste mês.

A distribuição será feita de maneira proporcional, começando pelas nações que mais têm casos da doença registrados, como Alemanha e Espanha.

Ao todo, são cerca de 900 os contágios confirmados em 19 Estados-membros da UE, Noruega e Islândia desde o dia 18 de maio.

OMS

Nesta terça-feira, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) , Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que a entidade analisa se será declarada uma emergência internacional da varíola dos macacos.

"O foco da varíola é incomum e preocupante. Por esse motivo, decidi convocar o Comitê de Emergência na próxima semana para avaliar se esse surto representa uma emergência sanitária pública de interesse internacional", afirmou aos jornalistas.

A reunião foi marcada para 23 de junho e Ghebreyesus ainda informou que a "OMS está trabalhando com parceiros e especialistas de todo o mundo para mudar o nome 'varíola dos macacos'". 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários