Varíola dos macacos se torna emergência global
Organização Mundial de Saúde (OMS)
Varíola dos macacos se torna emergência global

A Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a varíola dos macacos como emergência de saúde pública internacional  neste sábado (23). Este é o nível máximo de alerta no órgão e, na prática, ajuda a aumentar as medidas preventivas contra a doença.

Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, disse que o risco da doença para o mundo é relativamente moderado, exceto para a Europa, onde é considerado alto.

Na prática, a classificação da varíola dos macacos como emergência de saúde pública internacional obriga agências sanitárias de todo o mundo a aumentarem as medidas preventivas contra a doença.

Segundo Tedros, como as agências sanitárias dos países baseiam suas decisões nas avaliações da OMS, a classificação pode ajudar a acelerar o desenvolvimento de vacinas contra a doença e a implementação de medidas que limitem a propagação do vírus.

Além da classificação, a OMS também está emitindo recomendações a fim de proteger as pessoas de maior risco e interromper a transmissão do vírus. Para Tedros, é esperado que agências sanitárias de todo o mundo sigam essas recomendações. "Este é um surto que pode ser interrompido com as estratégias certas nos grupos certos", disse.

A varíola dos macacos pode ser transmitida por contato com fluidos corporais, lesões cutâneas e gotas de saliva dos infectados. Dentre os sintomas, estão febre, dores musculares e bolhas na pele.

Neste sábado, o  ministro da Saúde, Marcelo Quiroga, confirmou neste sábado que está negociando a compra de vacinas  contra a varíola dos macacos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários