Tamanho do texto

Colunista do iG explica todos os cuidados para manter um sorriso saudável

A diabetes é uma doença crônica e que afeta mais de 16 milhões de brasileiros, segundo uma pesquisa da OMS (Organização Mundial de Saúde). Entre as inúmeras complicações que a patologia pode trazer, também estão incluídas questões de ordem bucal bastante importantes.

Leia também: Escova de dentes: você sabe qual é a hora certa para trocar a sua?

Fique atento para a diabetes não afetar o seu sorriso
iStock
Fique atento para a diabetes não afetar o seu sorriso

Diabetes  significa que o pâncreas não produz insulina ou que o corpo não o usa efetivamente, ambos causam glicose elevada no sangue . O impacto mais sério que a glicose sangüínea tem na saúde bucal é que ela simultaneamente enfraquece o sistema imunológico e fornece mais alimento para as bactérias que atacam os dentes e as gengivas.

Por isso é que 22% dos diabéticos têm doença periodontal (gengiva), seja nos estágios iniciais da inflamação (gengivite) ou nos estágios avançados (periodontite) que ameaçam os dentes, as gengivas e os ossos de suporte. A bactéria que causa a doença da gengiva também pode viajar através da corrente sanguínea e tornar ainda mais difícil regular o açúcar no sangue.

Leia também: Você sabe se refrigerante faz mal aos dentes? Doutor Bruno Puglisi explica

Além de aumentar o risco de gengivite e periodontite, o diabetes não controlado também pode levar a uma variedade de outros problemas de saúde bucal, como:

  • Boca seca
  • Mal Hálito
  • Cicatrização tardia
  • Aumento na frequência de infecções
  • Ardencia e coceira na boca
  • Infeções por fungos ( candidíase )
  • Alteração no paladar

Mesmo com diabetes, uma boa saúde bucal está ao nosso alcance. Dr Bruno Puglisi diz que “o quanto mais se manter os dentes e as gengivas saudáveis também tornará a diabetes mais fácil de se administrar”. Procure de escovar os dentes 3 a 4 vezes ao dia durante dois minutos com escova de cerdas macias e creme dental, usar fio dental diariamente, usar enxaguatório bucal sem álcool e não fumar. Regular a ingestão de álcool e açúcar é muito importante também.

Se você foi diagnosticado com diabetes, duas consultas odontológicas por ano podem não ser suficientes. Para ficar seguro, recomendamos que você aumente o número de visitas anuais para três ou quatro. Também é muito importante o acompanhamento médico para o controle diabetes. Da mesma forma, seu médico precisa saber como estamos trabalhando com você para manter seus dentes e gengivas saudáveis.

Leia também: O que é estomatite? Doutor Bruno Puglisi diz como aliviar a dor das crianças

E assim nós dentistas podemos ajudá-lo a vencer a luta contra a diabetes e fazer o melhor pela sua saúde bucal.

Visualizar esta foto no Instagram.

Chega de moldes !! Agora com scanner 3 shape para escaneamento dos dentes

Uma publicação compartilhada por Bruno Puglisi (@brunopuglisi1) em


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.