Tamanho do texto

Quando falamos em implantes dentais, precisamos de osso para sustentá-los

Quando perdemos um dente , o osso que fica ao redor dele começa a se reabsorver, diminuir. Isso acontece também quando temos um dente já condenado em nossa boca e optamos por não extraí-lo. Aí que mora o problema, pois pode começar um processo infeccioso no qual irá destruir o osso que envolve o dente e a sustentação de um futuro implante. 

implante dentário arrow-options
shutterstock
O enxerto ósseo pode ser necessário no momento de se fazer um implante dentário. Veja quando isso acontece e os tipos de enxertos

Leia também: Sim, é possível perder um implante dental da mesma forma que se perdem os dentes

Tempos atrás, o dentista bom era aquele que não extraia dentes , mas hoje os tempos mudaram e às vezes a opção pode parecer mais radical, mas ao planejar a extração de um dente que irá se perder pode preservar a estrutura óssea ao redor dele para a colocação do implante dental.

Quando é necessária a cirurgia do enxerto ósseo?

O enxerto ósseo é um procedimento necessário nos casos em que você não tem volume ósseo suficiente para receber um implante dentário . Se você perdeu um dente há muito tempo ou preservou um dente contaminado por medo de extrair, você pode ser um candidato a colocação de enxerto ósseo - usados ​​para restabelecer osso suficiente para apoiar os implantes.

Esses defeitos ósseos podem ser encontrados em 25% das pessoas com falta de dentes. Ter osso suficiente e um implante estável é fundamental para o sucesso a longo prazo.

Quais os tipos enxertos ósseos?

Autógenos: esses são removidos do próprio paciente. A cirurgia pode ser feita no consultório dentário quando retirado da própria boca, ou em hospital com ajuda de um ortopedista quando é removido do osso ilíaco.

Alógenos: são enxertos doados por uma outra pessoa. Esses enxertos são doados de cadáveres humanos .Para isso existem os bancos de ossos. É como uma doação de órgãos. Ele é necessário quando a quantidade de ossos que precisam ser enxertados é superior ao que pode ser retirado do próprio paciente.

Xenógenos: são enxertos vindos de outra espécie.Um dos mais populares é o de origem bovina

Sintéticos : Enxertos ósseos sintéticos normalmente são produzidos em laboratórios com base em muita pesquisa para assegurar a biocompatibilidade dos materiais no organismo humano e evitar rejeição ou infecção. Os principais materiais que compõe os enxertos sintéticos são cerâmica, polímeros, hidroxiapatita sintética ou outros minerais. A principal função desses enxertos é ajudar na regeneração de tecido ósseo e preservação do volume local.

Cada tipo de enxerto ósseo tem sua especificação, e o profissional especialista irá te explicar o mais indicado para cada caso, a quantidade, os cuidados e exames necessários para um bom resultado.

Se lhe disseram que você precisa de um enxerto ósseo , não se preocupe. Existem muitos procedimentos e técnicas de alta tecnologia para o sucesso dele , do implante e o que o paciente mais quer : o dente

Volte a sorrir, volte a mastigar. Procure seu dentista e vá em frente.