Engoli meu dente provisório ou restauração: o que devo fazer?
iStock
Engoli meu dente provisório ou restauração: o que devo fazer?


Isso é o suficiente para deixar qualquer um um pouco paranóico sobre engolir acidentalmente uma restauração, ou um dente provisório.

Felizmente a probabilidade de engolir acidentalmente um pedaço de dente é raro, mas é importante saber como lidar com isso se o fizer.

O dente provisório é aquele dente em que está no local somente durante um tratamento odontológico e que como o nome diz "provisório". Seu dentista irá removê-lo para colocar um definitivo, provavelmente em porcelana ou resina em que está sendo feito no laboratório de prótese e isso pode levar alguns dias.

Seu dentista irá te orientar para ter uma alimentação com cuidado no local para ele não se soltar sem querer no período em que estará com ele. Mas às vezes mesmo tomando os cuidados ele pode cair e sem perceber podemos engolir ele. 

O risco de engolir acidentalmente não se aplica apenas aos provisórios. Os pacientes engolem, obturações, braquetes de aparelho e outros objetos colocados na boca. As mesmas regras para procurar ajuda médica se aplicam em todos os casos.

Você viu?

Não entre em pânico se engolir algo.

Engolir uma restauração ou um provisório pode parecer uma situação terrível, mas não é tão grave na maioria dos casos, diz o Dr. Bruno Puglisi

Qualquer coisa pequena será excretada em um ou dois dias após a ingestão. Comer alimentos ricos em fibras, pode ajudar nesse processo.

"Contanto que não seja levado para o pulmão, na maioria das vezes ele vai passar direto", diz Dr Bruno Puglisi. "Especialmente se for uma peça pequena e não afiada, como um dente  provisório".

Se ao engolir você perceber que está tendo dificuldade para respirar, isso pode significar que o dente ou objeto foi para o pulmão.

Um primeiro passo para remover o objeto é tentar induzir a pessoa a tossir. Se isso não funcionar, uma intervenção médica será necessária, seja por broncoscopia (uma câmera será introduzida para examinar as vias respiratórias). Quase todos os corpos estranhos podem ser removidos das vias aéreas por um broncoscópio. Ou como último recurso, por cirurgia. Se houver infecção, antibióticos devem ser admininistrados para evitar uma pneumonia por aspiração.

A cirurgia é necessária em menos de 1% desses casos. Mesmo que seja necessária uma cirurgia para remover qualquer objeto, ela não é grande o suficiente para causar danos permanentes ao seu corpo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários