Anvisa aprova respirador produzido em MG para tratar Covid-19
Divulgação/ Prefeitura de Praia Grande
Anvisa aprova respirador produzido em MG para tratar Covid-19

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou o uso de respiradores produzidos em Minas Gerais no combate ao novo coronavírus (Sars-CoV-2) . A empresa mineira, Tacom, aguardava aprovação desde junho e teve o ventilador mecânico testado 900 vezes antes de receber permissão para uso em pacientes com quadro grave de Covid-19. 

Dos diferenciais que o equipamento apresenta, uma das grande vantagens é o valor de comercialização . Normalmente, esses equipamentos são importados e custam US$ 13 mil, aproximadamente R$ 60 mil na cotação atual, mas no Brasil ele será vendido por R$ 30 mil. Com a alta demanda do produto durante a pandemia, ele chegou a custar até R$ 300 mil.

O respirador também se diferencia do mercado em termos de usabilidade. Marco Antônio Tanussi, diretor de Marketing e Mercado da Tacom, afirma que “ele é extremamente fácil de ser operado . Qualquer pessoa que tenha conhecimento básico de respiração mecânica tem muita facilidade em se ambientar com o uso do equipamento. Ele tem diversos controles automáticos que ajudam o intensivista”.

O ventilador mecânico foi desenvolvido por uma equipe de quarenta profissionais da Tacom, empresa de engenharia brasileira, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), que declarou que doará 1.500 respiradores para o Estado.

    Veja Também

      Mostrar mais